Início » Notícias » Cachorro destruidor: o que fazer para reverter o quadro
Pets

Cachorro destruidor: o que fazer para reverter o quadro

Foto: Reprodção

Conviver com um cachorro é uma experiência muito prazerosa, mas que também pode vir acompanhada de algumas frustrações. Quer um exemplo? Exceto quando o pet ainda é filhote, poucos tutores conseguem manter a calma quando um cachorro destruidor acaba com um brinquedo novo em minutos.

cachorro destruidor

Nessas horas, a tendência de muitos de nós é perder a paciência e responsabilizar o cachorro destruidor pelo ocorrido. Porém, como com todo comportamento indesejado, é preciso avaliar o que estamos fazendo (ou deixando de fazer) para solucionar o problema.

Pensando nisso, preparamos este artigo exclusivo com informações importantes para lidar com cachorro destruindo plantas e objetos. Confira como reverter a situação a seguir.

Afinal, o que leva um cachorro a ser destrutivo?

Uma queixa frequente entre os tutores de cachorro é a de que o pet destrói o que encontra pela frente. Como o comportamento costuma se manifestar com mais intensidade sempre que os tutores não estão em casa, muitos julgam se tratar de birra ou “vingança” do cão por ter sido deixado sozinho, mas isso não é verdade.

Sem dúvidas, roer e destrinçar são comportamentos naturais para os cães, mas eles não são os únicos, tampouco os mais importantes. O que acontece é que, muitas vezes, cães que vivem em espaços restritos têm pouco ou quase nenhum estímulo para expressar esses e outros comportamentos naturais. 

Assim, eles acabam direcionando a energia para a única atividade possível nessas condições, que é roer os objetos presentes na casa. Dito de outro modo, o que, para nós, é interpretado como um comportamento destrutivo indesejado, na verdade, é uma válvula de escape.

É verdade que algumas raças de cachorro são mais destruidoras?

Todo cão que leva uma rotina pobre em estímulos adequados à espécie é um grande candidato a apresentar comportamento de cachorro destruidor e outras reações indesejadas, como as vocalizações excessivas. 

Porém, além da qualidade de vida, outros fatores podem influenciar o cachorro a gostar de roer. Portanto, se você deseja evitar que o cachorro destrua colchão ou diversos objetos no ambiente, é importante identificar esses fatores.

No geral, cães de raças selecionadas originalmente para a caça gostam mais de “descascar” e destroçar objetos do que os de companhia. Nesse sentido, vale lembrar que alguns cachorros de companhia são, na verdade, grandes caçadores, como o Yorkshire Terrier e o Dachshund.

Outro fator que influencia esse comportamento é a faixa etária do cachorro. Curiosos, os filhotes tendem a apresentar uma necessidade maior de roer que cães idosos. Até porque, durante a fase de troca de dentes, que costuma ocorrer a partir dos quatro meses, roer ajuda a aliviar o desconforto na gengiva.

O que fazer para frear o comportamento do cachorro destruidor?

O comportamento do cachorro destruidor costuma ser decorrente de uma rotina pobre em estímulos, servindo como válvula de escape. Por isso, se o seu amigo de quatro patas tem se mostrado um grande destruidor, não é recomendado brigar com ele, nem o afastar de todos os objetos que possam ser roídos.

Isso porque, ao tomar essa atitude, você retira a única alternativa que o cachorro tem, o que pode favorecer comportamentos ainda mais prejudiciais, como a lambedura excessiva das patas, que pode ocasionar queda de pelo e lesões na região. 

Porém, é recomendado retirar objetos perigosos para o pet ou que tenham muito valor para você até que o problema seja resolvido de maneira eficiente e adequada.

Consulte um especialista

Se o seu cachorro destrói caminha, pode ser sinal desse comportamento. Logo, em vez de repreendê-lo, é interessante consultar um especialista em comportamento canino para entender melhor quais são as necessidades do seu amigo, adaptando a casa e a rotina dele para atendê-la.

Mantenha o cão distraído

Em geral, uma das principais medidas adotadas para reverter o quadro é enriquecer o ambiente com recursos, de modo que o pet tenha oportunidade para exercer os comportamentos naturais. Adquirir uma caminha para cachorro destruidor pode ser necessário.

cachorro destruidor

Aposte em brinquedos diferentes, como comedouros-brinquedos, bolinhas maciças, mordedores e pelúcia para cachorro destruidor, que emitem sons desenvolvidos especificamente para os cães. Além disso, é fundamental tirar tempo para interagir com o pet diariamente, assim como passear com ele todos os dias.

Brinquedos para cachorros

É importante saber que o uso de brinquedos não deve ser forçado aos cachorros: é preciso que eles escolham com o que querem se entreter. Porém, você pode direcionar o uso até certo ponto, por exemplo, deixando de servir a ração em comedouro comum e colocando-a em um comedouro-brinquedo antes de sair de casa.

Além disso, a maneira como você apresenta e utiliza o brinquedo para cães destruidores é de extrema importância para proporcionar estímulos variados: quando não é lançada pelo tutor para o cachorro destruidor a perseguir como uma presa, uma bolinha serve apenas como mais um objeto de roer.

Cachorro destruidor? Não deixe o problema para lá

Longe de ser algo trivial ou que o pet faça por birra, o comportamento do cachorro destruidor costuma ser um pedido de ajuda, isto é, um indicativo de que a rotina dele é inadequada e a qualidade de vida do animal não está boa.

Não bastasse isso, o comportamento destrutivo decorrente de problemas emocionais pode acabar se tornando uma questão de saúde física à medida que cães destruidores ficam mais sujeitos a morder objetos perigosos e ingerir pequenas partes, que podem causar fraturas dentárias e obstrução intestinal. 

cachorro destruidor

Para garantir a segurança, os mordedores devem ser sempre de tamanho maior que a mandíbula do cachorro.

Por Petz

Tags

Sobre o autor

Edna Antonowiski

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário