Início » Notícias » Gato anão existe mesmo?
Pets

Gato anão existe mesmo?

Gatinhos pequenos sempre fazem todo mundo morrer de fofura, não é mesmo? Mas você sabia que existe uma espécie tão pequena que é conhecida como gato anão? Sim, ele é de verdade! 

Esse animalzinho é conhecido por ser da raça Munchkin, que ainda não é o menor gato do mundo, mas poderia ser! Para você entender melhor, podemos dizer que esse gato é o salsichinha dos felinos, já que possui as patas curtinhas como as dele. Vem saber mais sobre essas fofurinhas!

Características gerais da raça Munchkin

Além de serem miudinhos, esses gatos também têm uma cara de bebê irresistível e que fica presente até mesmo quando se tornam adultos. Em outras palavras, seu jeito de filhote não vai embora nunca! Sua pelagem média, felpuda e sedosa contribui para aumentar ainda mais o nível de fofura.

O gato anão também pode ser encontrado com pelos longos, apesar de isso ser mais raro. Essa espécie é chamada de Munchkin longhair, uma variação da raça principal, e também é superlinda e charmosa. No entanto, a escovação é ainda mais importante para eles.

O fato de esse animalzinho ser tão baixo se dá devido ao tamanho das suas patas, que possuem um terço da altura normal. De maneira geral, porém, observa-se que os machos costumam ser um pouco maiores do que as fêmeas.

Outra característica interessante que vale a pena citar é que as patas traseiras costumam ser um pouco maiores do que as dianteiras. Por isso, é bem comum ver esses felinos apoiados nas patas de trás e ficando de pé, como se tentassem imitar um canguru. Consegue imaginar?

Fofura também faz parte do comportamento

Definitivamente, ter a companhia de um gato anão Munchkin garante uma rotina repleta de diversão. Os bichinhos dessa raça são muito animados e trazem mais alegria para qualquer tipo de ambiente, conquistando o coração de quem está por perto.

Nesse sentido, esse gato anão pode se dar superbem fazendo parte de diversos lares, seja de uma família com crianças, casais que gostam de ter movimento dentro de casa, ou até mesmo idosos, vivendo um dia a dia com muitas brincadeiras.

Para quem gosta de ter um animalzinho por perto que goste de carinho, o bichano é extremamente dócil e amável. Ele costuma aceitar afagos com muita tranquilidade e busca sempre estar na companhia dos tutores, que são adorados por ele!

Dessa forma, o bichano mostra sua personalidade companheira e extrovertida, estando sempre atrás de uma nova aventura. Também podemos dizer que, entre os gatos dóceis, ele é um dos mais carentes. Perfeito para você, que gosta de ter o animalzinho sempre por perto!

Bichano extremamente sociável

Além disso, o gato anão costuma ser bastante sociável e se dá muito bem com outros animais, sejam eles outros gatos ou cachorros. Devido ao seu porte, pode viver tranquilamente em espaços pequenos, como apartamentos, desde que recebam a atenção e o carinho que precisam.

Sua companhia tem tudo para ser muito duradoura, pois o tempo de vida do gato pode chegar até 15 anos! Imagina viver esse tempo todo ao lado de uma fofurinha dessas?

Atenção aos cuidados com o gatinho

Por terem as patinhas curtas, alguns especialistas afirmam a necessidade de alguns cuidados com o gato da raça munchkin. Eles podem apresentar algumas alterações de mobilidade, quando comparados a outras raças. 

Há duas doenças osteoarticulares mais comumente associadas à raça: a lordose e o pectus excavatum. Ainda, pelas alterações conformacionais, alguns pesquisadores sugerem que esse gatinhos sejam mais predispostos à osteoartrose. 

As patinhas pequenas fazem com que os bichinhos não pulem tanto, mas, por outro lado, não impedem que consigam escalar. Ou seja, mesmo sendo mais baixinhos, gostam muito de explorar ambientes verticais.

É importante não subestimar a pequena altura do bichano, pois ele é muito inteligente, curioso e, quando quer sair correndo por aí, pode alcançar grandes velocidades. Afinal de contas, tamanho não é documento, não é mesmo?

Gato anão do colo do tutor.

Um pouco de história

Agora que você já sabe um pouco sobre o gato anão, já se perguntou como ele surgiu? Essa raça de gatos é relativamente nova, pois apareceu na década de 80, no estado de Luisiana, localizado no sul dos Estados Unidos.

A mutação genética que deixou as patas do Munchkin mais curtas foi espontânea e de forma aleatória. Com o tempo, as pessoas da região foram percebendo que esses gatinhos começaram a aparecer.

Hoje em dia, a raça de gatinho Munchkin é aceita pela TICA, a Associação Internacional de Gatos, mas o caminho até lá não foi simples. Foi só no ano de 1995 que a raça foi reconhecida oficialmente pela instituição conhecida como o maior registro genético de gatos do mundo.

Desde então, a raça deixou de ser vista como apenas o resultado de uma mutação genética. Mas a gente sabe que o padrão é o de menos quando se tem um bichinho tão fofo e amável por perto, não é mesmo? Até hoje, essas fofurinhas não são totalmente aceitas, acredita? Mas, sem dúvidas, merecem todo amor, carinho e respeito.

Dia a dia feliz e carinhoso

Definitivamente, um bichinho como o gato Munchkin só pode trazer muita alegria e fofura para o dia a dia de quem escolhe o animalzinho como companheiro! Sua personalidade extrovertida e brincalhona garante a felicidade de quem convive com ele.

Gato anão deitado.

A rotina alegre é uma certeza quando o bichano vive em um ambiente amoroso e acolhedor. 

Por Petz

Tags

Sobre o autor

Edna Antonowiski

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário