Início » Notícias » Grávida, Viviane Araújo se emociona ao falar sobre maternidade
Geral

Grávida, Viviane Araújo se emociona ao falar sobre maternidade

Viviane Araújo se emocionou ao falar sobre a maternidade durante um evento em São Paulo. A atriz, de 47 anos, está grávida do primeiro filho, Joaquim, com Guilherme Militão. 

“Estou muito emocionada por estar aqui, para mim, tudo é novidade”, disse ela sem conter as lágrimas.

“Tudo tem sido maravilhoso. Estou vivendo o melhor momento da minha vida. Só tenho a agradecer a Deus, meu marido, família e amigos. Espero que tudo o que falam do que é ser mãe, que eu viva de verdade isso estou curtindo muito todos os momentos da minha gravidez, até os momentos ruins. Estou vivendo intensamente esse momento da minha vida”, disse ela, que se emocionou ao ler uma frase “mamãe aqui dentro de mim não tem estrelas, só tem a sua voz e o seu coração, seu canto me embala com tanta emoção”, no evento da Grão de Gente, que decora quartinhos dos bebês de muitas famosas. 

A rainha de bateria do Salgueiro e da Mancha Verde contou que sempre sonhou em ser mãe e que chegou a cogitar essa possibilidade em alguns relacionamentos amorosos anteriores ao casamento atual, que agora em maio completa um ano.  

“Eu sempre tive esse desejo de ser mãe, desde nova. Só que não tinha encontrado o meu príncipe e o trabalho sempre tomou muito conta da minha vida. Esse desejo foi ficando guardadinho. Os anos foram se passando, tive relacionamentos que até pensei em que pudesse ter um filho, mas graças  a Deus, o papai do céu não permitiu. Depois que eu conheci meu marido, vai fazer três anos, foi uma emoção muito doida. A gente já se conhecia há muitos anos, mas se reencontrou e começamos a prestar atenção um no outro. Um mês depois, a gente já estava muito envolvido, veio a pandemia e a gente começou a morar junto e um ano depois a gente casou. Antes já da gente oficializar a união, a gente já pensava em ter o nosso filho”, conta ela, que ainda relembrou a saga para engravidar já que estava na pré-menopausa. 

“Eu estava entrando em um período de pré-menopausa e não ovulava e não menstruava mais. A gente foi em busca de um tratamento para realizar esse nosso sonho. Procurei clínica de reprodução humana, que me mostrou o caminho possível. Isso foi em junho de 2020, mas eu estava com contratos e trabalhos e fiquei meio assim: ‘Será que a gente faz agora?’. Não era o momento. Um ano depois voltamos lá com o pensamento: ‘Agora é a hora’. O médico falou sobre a ovodoação. De imediato eu falei: ‘Doutor, não tem o menor problema. Se for esse o caminho (chora) para eu ser mãe vai ser e foi isso.”

Ela contou que teve tentativas que não deram certo durante o tratamento, que consiste em um óvulo doado e fertilização in vitro. “Fizemos uma primeira tentativa em novembro, não deu certo. Mas nunca pensamos em desistir, mas em adiar um pouco mais por causa do Réveillon e depois ia vir o Carnaval, que seria em fevereiro. Ainda bem que adiou. Um mês depois, em dezembro, acharam uma outra doadora para mim. Resolvemos fazer e 24 de dezembro descobri que estava grávida. Foi a maior emoção da minha vida.”  

Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)
Viviane Araújo (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)

Por Quem

Tags