Início » Notícias » Nadja Pessoa faz forte revelação ao relembrar casamento com D’Black
Geral

Nadja Pessoa faz forte revelação ao relembrar casamento com D’Black

Nadja Pessoa participou do podcast Camarim da Juju, apresentado por Juju Salimeni, e relembrou o casamento de seis anos com o cantor D’Black, que acabou nos últimos meses. Na ocasião, ela contou ter sido traída por ele e disse que viveu uma relação abusiva.

“Tive depressão por conta do relacionamento abusivo. Ele me culpava por tudo. Me traía e a cada traição que eu descobria, tinha um motivo e a culpa era minha e eu perdoava. Aquilo foi me deixando com a autoestima muito baixa e eu fui apagando. Comecei a tomar antidepressivos, repositor de serotonina e isso mexe com o corpo, com o psicológico. Eu fiz terapia com uma sexóloga, pois perdi o desejo sexual por ele, por conta da depressão e os remédios”, começou.

Na sequência, ela voltou a detonar o músico; “E ele me culpava o tempo todo. Fizemos terapia de casal juntos, com a sexóloga e ao mesmo tempo passava com uma psiquiatra. Ela falou para mim que ele tinha uma psicopatia”, argumentou.

Abandonada

Em um outro trecho da conversa, Nadja Pessoa disse que após ele conquistar o prêmio do Dancing Brasil, disse que não precisaria mais dela para nada. Além do que, a loira revelou que acordou no imóvel sem a presença dele, que teria lhe deixado sem nada.PUBLICIDADE

“O dia que ele ganhou o Dancing Brasil, chegamos em casa e ele disse que não precisava mais de mim, pois estava milionário. Nunca vou esquecer disso. Com 4 meses morando em São Paulo, ele falou que estava indo na rua e logo voltaria. Perguntou se eu queria algo da rua e eu disse que não. Eu deitei e dormi e ele nunca mais voltou, sumiu. Ainda levou o laptop, levou todo o dinheiro da conta conjunta. Levou tudo, não me deixou nada. Quando consegui falar com ele, ele mandou eu falar com o advogado”, pontuou.

De acordo com a ex-fazenda, ela ainda foi ingênua durante a divisão de um bom valor. “Eu já ganhei a ação na Justiça, falta ele me pagar. Antes dele ganhar o prêmio, combinamos que eu puxaria torcida para ele e quando recebesse o valor, iríamos ao banco e ele me daria metade. Fomos ao banco e ele me enganou falando para ir ao andar de cima do banco e aguardar, enquanto isso ele foi para o andar debaixo e passou tudo para a conta pessoal. Quando questionei, ele disse que não precisava transferir para minha conta, pois estávamos casados. Eu fui ingênua e acreditei demais”, relatou.

Por Terra

Tags