Início » Notícias » Pai de Henry Borel homenageia o filho, que faria 6 anos nesta terça-feira
Geral

Pai de Henry Borel homenageia o filho, que faria 6 anos nesta terça-feira

"Hoje o céu está em festa", escreveu Leniel Borel

Leniel Borel, pai de Henry Borel, publicou no Instagram uma homenagem ao filho, que faria 6 anos nesta terça-feira. “Tenho certeza que hoje o céu está em festa para comemorar o aniversário do meu príncipe, meu lindo filho. A sua alegria, seu jeito meigo e carinhoso está contagiando a todos em sua volta, com absoluta certeza”, postou o engenheiro. O menino foi morto após torturas realizadas no apartamento em que morava com a mãe, Monique Medeiros, e com o ex-vereador Jairo Souza dos Santos Júnior, o Dr. Jairinho.

“É verdade que ganhei um anjo que olha por mim no céu, mas perdi um filho que eu muito amava”, continuou Leniel Borel nas redes sociais.

Na publicação, Leniel disse que a saudade machuca. “Deus, Pai, humildemente peço que os anjos cantem parabéns para o menino mais doce que conheci. Uma criança que não apenas iluminou a minha vida, mas que emocionou a milhões de pessoas. Uma pequeno anjo, valente, corajoso e com uma grande missão. Apesar de sentir sua falta diariamente, é hoje que a saudade machuca muito mais. Ah, seria um dia de alegria, celebração e muitos presentes, pois é o seu aniversário. Não consigo me conformar que você não estará presente. Filho, você foi cedo demais!”, lamenta.

No segundo aniversário sem o filho, morto em março do ano passado, Leniel Borel lamenta não poder cantar parabéns para ele mais uma vez, mas destaca que “o meu amor de pai jamais se esgotará” e que “o céu celebre o seu aniversário”:

“Henry, você não está somente nos meus pensamentos, está no meu coração! Enquanto papai tiver memória, você terá vida. O meu tempo é contado ao contrário desde que você se foi. Sim, faz 6 anos que recebi o presente mais lindo do Eterno Deus, porém menos um dia para poder reencontrá-lo novamente”.

O pai de Henry Borel afirma ser impossível esquecer o dia que pegou o “bem mais precioso que tinha” no colo pela primeira vez, “assim como é impossível esquecer o dia em que me roubaram você de de forma brutal e inesperada”: “Poderão passar mil anos que nesta mesma data o dia sempre despertará cinzento e triste, muito triste! Perder um filho é perder a vontade de viver, é morrer um pouco a cada dia, é sobreviver com uma saudade infinita. Até o nosso reencontro, meu amado filho!”.

O texto termina com um versículo bíblico: “Cuidado para não desprezarem um só destes pequeninos! Pois eu digo que os anjos deles nos céus estão sempre vendo a face de meu Pai celeste. Mateus 18:10”.

Por Terra

Tags