Início » Notícias » Peixes do Japão: conheça os tipos e as características
Pets

Peixes do Japão: conheça os tipos e as características

Foto: Reprodução

Provavelmente, você já deve ter ouvido falar do Peixe-dourado, do Salmão e do Atum, alguns dos peixes do Japão mais conhecidos. Porém, o país tem uma enorme variedade de espécies — muitas delas, desconhecidas por nós, ocidentais.

peixe dourado

Se você é fã de aquarismo ou está curioso para saber quais são as espécies japonesas mais conhecidas, continue por aqui. Separamos alguns tipos e características principais de peixes do Japão para você conhecer e ficar de olho quando tiver a oportunidade de visitar o país. Confira!

Peixe-dourado: o peixe ornamental mais antigo

O Kinguio, chamado de peixe-dourado, é uma das espécies mais populares de peixes ornamentais, então você já deve ter visto um peixinho dessa espécie (ou até ter sido o tutor de um). 

Ele é conhecido como o primeiro peixe ornamental criado pelo ser humano. Na realidade, a origem dele é chinesa. Com o tempo, a criação dessa espécie se popularizou no Japão. Por isso, ele é chamado de “peixe japonês” também.

Caracterizado pela variedade de cores (entre elas, os tons alaranjados já conhecidos), o Kinguio é um peixe dócil e brincalhão. O tamanho pode variar de 10 a 40 cm, com duas barbatanas duplas e três únicas. Os olhos esbugalhados são o atributo mais marcante dessa espécie.

Salmão e atum: as espécies mais populares

Ao ouvir sobre peixes do Japão, é bem capaz que você pense logo no Salmão. Isso porque ele é bastante comum na culinária japonesa, mas é possível encontrá-lo nos grandes aquários do país também.

Esse é um peixe comprido, podendo medir até um metro e meio, com duas barbatanas dorsais e uma caudal. O corpo é de cor prateada e tem um formato afunilado, o que o ajuda a nadar com maior velocidade. 

As ovas de Salmão são colocadas pela fêmea entre as pedras dos rios. Os filhotes crescem e migram para o mar. O peixe adulto vive em águas frias, passando a maior parte em águas salgadas. Ele só volta para a água doce para se reproduzir. 

Outro peixe bastante associado à culinária japonesa é o Atum, também conhecido como Maguro. Ele possui um corpo alongado, com duas barbatanas dorsais e uma caudal bifurcada, ou seja, que se divide em duas. A coloração predominante é o azul escuro, com alguns tons prateados ao longo do ventre.

Outras espécies de peixes do Japão menos conhecidas

Além dessas três espécies de peixes do Japão já conhecidas, existem outros tipos que podem ser encontrados no país. Vem conhecer mais sobre cada um deles!

Carapau

Carapau é um nome popular para denominar os peixes pequenos da família Carangidae. Existem várias espécies desse tipo, como Cavaco, Xaréu-dourado, Xaréu-pequeno, Guaricema, entre outros. 

peixes no aquário

De maneira geral, o peixe Carapau tem um corpo alongado, que pode variar de 10 a 20 centímetros e viver até os 20 anos. Além do Japão, ele pode ser encontrado no oceano Atlântico Ocidental e no Pacífico.

Anago

Anago é uma espécie de Enguia de água salgada. Ele tem um formato comprido, que lembra uma cobra, e não possui escamas. Também é conhecido como Peixe-elétrico, já que possui capacidade de gerar corrente elétrica — e até “dar choques”. 

Essa é uma espécie bem antiga, que pode ser encontrada em águas tropicais dos oceanos Pacífico e Atlântico. O corpo pode ter entre 70 centímetros e dois metros, caracterizado pela pele coberta de muco, o que facilita o deslizamento pela água.

Baiacu

Baiacu é bastante encontrado nos recifes de coral dos oceanos Atlântico, Índico e Pacífico. Existem várias espécies, desde as menores, com cerca de dois a três centímetros de comprimento, até as maiores, que podem medir quase um metro.

Esse peixe infla quando se sente ameaçado, engole ar (se estiver perto da superfície) ou água (se estiver no fundo do mar). Ao inflar, os predadores têm maior dificuldade de abocanhá-lo. Interessante, não é mesmo?

Peixe-palhaço de cauda amarela

Quando citamos o Peixe-palhaço, logo vem à mente um bichinho igual ao Nemo, com cores brancas e laranjas. Porém, sabia que existe uma espécie com cauda amarela? Esse é um peixinho de pequeno porte, medindo de 10 a 15 centímetros.

Existem variações de cores que podem ser encontradas nessa espécie, mas a maioria possui listras pretas, brancas e amarelas. Nas ilhas Ogasawara, no Japão, é comum encontrar peixes com o tom preto bastante predominante na pele. Outras variações são achadas na Malásia, nas Maldivas e no Nordeste no Oceano Índico.

Peixe-cirurgião-convicto

Outro peixe nativo do Japão é o Peixe-cirurgião-convicto. Ele também é uma espécie pequena, de coloração branca e listras pretas finas ao longo do corpo. O peixinho recebe esse nome por conta de uma lâmina que fica ao lado da cauda, que pode ferir os predadores.

O habitat desse peixe é o recife, já que ele se alimenta de plantas que surgem nos corais e nas rochas. É bem comum encontrá-lo para comercialização no aquarismo.

peixe dourado

Por Ptez

Sobre o autor

Edna Antonowiski

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário