Início » Notícias » Quais são os benefícios de um cachorro para crianças?
Pets

Quais são os benefícios de um cachorro para crianças?

Quem tem cães em casa sabe o quão companheiros eles são e o quão incrível é a rotina ao lado deles, não é mesmo? Mas, quando o assunto é cachorro para crianças, muitas pessoas têm dúvidas sobre encarar esse pequeno desafio, afinal, a bagunça que pode resultar dessa parceria é capaz de deixar qualquer um de cabelo em pé!

Contudo, especialistas afirmam que essa relação é extremamente benéfica para toda a família. Seja qual for a idade da criança, ter um cãozinho em casa é sinônimo de descobertas, brincadeiras, companheirismo e aprendizado.

Você ainda duvida? Então, veja, a seguir, alguns bons motivos para apostar em um cachorro para crianças e saiba quais são as raças que costumam se dar superbem com os pequenos!

Quais os benefícios da relação entre cachorros e crianças?

Para quem tem a vida corrida e precisa encontrar tempo e disposição para organizar a rotina e, ainda, curtir bons momentos junto aos filhos, pode ser difícil imaginar um cenário tranquilo ao introduzir um cachorro na família. Mais bagunça, mais responsabilidade e, de quebra, mais sujeira e riscos de contaminação?

Pois saiba que não precisa ser encarado assim. Ao colocarmos na balança, os benefícios que o convívio com um cachorro traz para crianças superam qualquer desvantagem. Veja só!

Estímulo à curiosidade

Crianças estão constantemente descobrindo o mundo — principalmente na primeira infância, que corresponde aos 5 primeiros anos de intensos processos de desenvolvimento. Todos os animais fazem parte de um mundo fascinante para as crianças e privá-las desse contato não parece ser algo muito justo, não é mesmo?

São inúmeras novas conexões neurais sendo estimuladas pela visão, pelo toque, pelo olfato etc., além das gostosas gargalhadas que os pequenos soltam ao brincarem com os peludos.

Redução das chances de desenvolverem doenças

Uma das preocupações mais comuns dos pais é a exposição dos seus filhos a diversos contaminantes, devido ao contato íntimo com os cachorros. O medo é de que as crianças desenvolvam alergias ou doenças, independentemente se a família mora em uma casa ou em um apartamento.

Porém, é exatamente o contrário que acontece. Muitos estudos confirmam que o convívio com animais diminui as chances da criança ter resfriados, otites, alergias, asma e problemas estomacais. Isso se deve ao fato de que o contato com o cachorro estimula a produção de diversos anticorpos, fortalecendo o sistema imunológico dos pequenos.

E atenção para um detalhe: os primeiros anos de vida são críticos para a formação dos anticorpos. É a famosa “vitamina S”, já ouviu falar?

Além disso, a presença de um cachorro reduz consideravelmente a chance de uma criança ter estresse, ansiedade e depressão (mesmo no futuro), devido às endorfinas que o nosso corpo produz ao acariciarmos o peludo.

Desenvolvimento do senso de responsabilidade

Você acha que será a única pessoa da família responsável por cuidar do seu cãozinho? Já pensou em dividir as tarefas com seus filhos? Não subestime a capacidade das crianças, elas podem participar da rotina de cuidados com o pet sem problema algum.

Ao compartilhar com seus filhos algumas tarefas, como dar água, comida e banho, além de escovar e passear, você desenvolverá o senso de responsabilidade com outro ser vivo e o de cumprimento das obrigações. Ainda, é uma forma de ensinar que as ações geram consequências.

Facilitação do convívio social e estímulo do senso de empatia

Os laços afetivos criados entre cachorros e crianças são lindos, não é mesmo? Ainda mais se crescerem juntos! Esse contato diário faz com que as crianças lidem melhor com seus próprios sentimentos e aprendam a entender as emoções dos outros.

Ao compreenderem as necessidades emocionais de um cachorro, as crianças se portam melhor socialmente. A consciência sobre a alegria, a dor, as enfermidades e, até mesmo, sobre a morte, aumenta a capacidade de uma criança sentir empatia e compaixão pelas outras pessoas.

Como se não bastasse, a convivência com pets estimula o senso de respeito pelas diferenças, já que os animais têm modo de vida e personalidade diferentes das dos seres humanos.

Companhia constante

“Ninguém pode se queixar da falta de um amigo, podendo ter um cão”, disse Marquês de Maricá. E não é para menos, não é? Um cachorro proporciona companhia constante para crianças, seja nos momentos de brincadeira, seja nas horas de descanso.

Você se preocupa com seu filho passando muito tempo em casa entediado, quando não está na escola? Um cachorro pode ser uma ótima solução.

Promoção do contato com a natureza

Com a vida que levamos hoje — essencialmente urbana e cercada de tecnologias —, muitas vezes, acabamos nos privando do contato com a natureza, e os cachorros podem ser a ponte para diminuir essa distância.

O convívio com qualquer espécie de animal proporciona a chance de uma criança estreitar o contato com o meio ambiente, explorar o mundo sob variadas perspectivas, avaliar adversidades sob diferentes pontos de vista e experimentar a liberdade.

A relação próxima com um cachorro é uma oportunidade de a criança se comunicar com a sua própria essência.

Quais as melhores raças de cachorros para crianças?

Chegando até aqui, você já deve estar convencido dos benefícios que um cachorro traz para as crianças. Agora, deve estar se perguntando como escolher o melhor companheiro para elas, certo?

Em primeiro lugar, você deve ter em mente que não há uma resposta exata para essa questão. Tudo depende do estilo e da rotina da família, assim como da personalidade e do temperamento da própria criança e da raça do cachorro. Esse, na verdade, é o fator determinante para fazer uma escolha acertada.

Você deve levar em consideração o nível de energia do cão, comparando à disposição dos membros da família para passear com ele, por exemplo. Crianças mais agitadas, normalmente, precisam de cães jovens para acompanhá-las em suas brincadeiras, enquanto as mais tranquilas podem se dar muito bem com cachorros mais velhos e serenos.

Com crianças de até 3 anos, é melhor ter cachorros grandes, pois a sua inexperiência pode machucar cães muito pequenos. Além disso, cães grandes tendem a ser muito companheiros e pacienciosos. Entre as raças mais queridas pelos pequenos, estão:

  • Golden Retriever;
  • Labrador;
  • Beagle;
  • Bernesse;
  • São Bernardo.

Mas se você não tem muito espaço em casa para esses grandões, tudo bem escolher um cão menor. Apenas lembre-se de escolher um que tenha, pelo menos, 5 kg, caso você tenha uma criança de menos de 3 anos em casa. Algumas boas sugestões são:

  • Buldogue Francês;
  • Poodle;
  • Yorkshire;
  • Shih Tzu;
  • Pug.

Claro, não podemos deixar de mencionar os vira-latas, que são excelentes companhias para crianças de qualquer idade!

O convívio com animais gera uma série de benefícios para pessoas de todas as idades. Proporcionar o contato de um cachorro para crianças significa estimular o seu bem-estar, além de aprimorar o seu desenvolvimento cognitivo, emocional e social.

Gostou do nosso artigo? Conhece outras raças que também se dão muito bem com as crianças? Já tem um peludo em casa e quer nos contar como é a rotina de vocês? Comente no post e compartilhe a sua experiência!

Por Ative

Tags

Sobre o autor

Edna Antonowiski

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário