Início » Notícias » Saiba como cuidar de peixes de água salgada
Pets

Saiba como cuidar de peixes de água salgada

Foto: Reprodução

Coloridos e charmosos, os peixes de água salgada tornaram-se grandes companheiros dos praticantes do aquarismo. Com muitas particularidades e beleza surpreendente, esses bichinhos requerem atenção especial quando comparados aos coleguinhas de água doce. 

peixe palhaço no aquário.

Para ter um aquário de água salgada, é importante atentar-se às necessidades dos animais que vivem ali. Por isso, separamos algumas curiosidades e dicas para você ter um desse em casa. Confira!

Espécies de peixes para o aquário marinho

Antes de decidir montar um aquário marinho, é necessário conhecer os possíveis moradores dele. Segundo o veterinário Rafael Pereira da Silva, para escolher o peixe de água salgada para aquário, um bom caminho é levar em conta o comportamento do animal. 

Pensando nisso, separamos algumas características das principais espécies desse ambiente. Confira cada uma delas e descubra qual se encaixa com os peixes de água salgada dos seus sonhos.

Peixe-palhaço

Quando pensamos em um aquário marinho, um dos principais nomes de peixes de água salgada que vêm à mente é o do Peixe-palhaço. Sendo um dos mais populares entre as espécies, esse bichinho é caracterizado pelas cores (laranja e branco) e por viver bem com coleguinhas.

O nome é dado exatamente por conta do comportamento engraçado e veloz. Com uma cor chamativa, ele é muito amado pelas crianças, sendo uma ótima escolha para os iniciantes do aquarismo. 

Além disso, ele é considerado um dos peixes marinhos ornamentais pequenos. Portanto, pode se desenvolver em aquários menores, de até 100 ml. Pode ser uma bela companhia para você, concorda?

Peixe-leão

Outro peixinho que chama a atenção devido à aparência é o Peixe-leão. Repleta de espinhos por todo o corpo, é uma espécie que vive muito bem em aquários com corais. Ele é um dos tipos de peixes que não deve ser mantido com bichinhos menores, pois pode ingeri-los ocasionalmente.

Em relação aos espinhos, é importante ter cuidado. Nos humanos, eles liberam uma substância venenosa, que pode causar algumas consequências, como dores de cabeça e inchaço. Por isso, na hora de manuseá-los, devemos ter muita atenção.

Cirurgião-patela

Também conhecido como Tang Azul, o Cirurgião-patela é um dos queridinhos entre os peixes de água salgada. Com coloração azul brilhante, caudas e barbatanas amarelas, ele exala uma beleza surpreendente e é um ótimo companheiro para os aquários domésticos. 

Com um comportamento mais calmo que os demais tipos de Tang, ele pode conviver tranquilamente com outros peixes. Para desenvolver-se, a espécie exige um aquário maior, com água pura, oxigenada e de boa qualidade. 

Como montar um aquário para peixe de água salgada?

Depois de conhecer um pouco sobre as principais espécies de peixes, é hora de saber como montar um aquário marinho para abrigá-los. Por isso, aqui está uma lista com os principais itens — lembrando que é indispensável pedir mais orientação aos especialistas antes de montar o seu!

  1. Aquário

Escolher o aquário é o primeiro passo para montar o espaço perfeito para os peixes de mar. Para isso, é importante definir o tamanho, o tipo de material, o suporte e o espaço em que eles vão ficar.  

5 peixes palhaço nadando no aquário.
  1. Iluminação

Para decidir a iluminação do aquário, você terá que se basear nas espécies que abrigará e no tipo de sistema planejado. A iluminação em aquários apenas com peixes é uma, já com corais, é outra. Por isso, é importante atentar-se e consultar um especialista para maiores orientações. 

  1. Bomba de água

O uso das bombas é uma excelente maneira de oferecer uma boa circulação de água ao aquário. Para defini-las, é necessário saber qual é o tamanho ideal de acordo com o aquário e o tipo mais indicado para os bichinhos que viverão ali, tendo em vista que cada espécie pode gostar de uma circulação diferente. 

  1. Mistura de sal marinho e hidrômetro

Para transformar um aquário em um ambiente marinho, é preciso misturar a água com uma quantidade de sais. Para saber como medir essa proporção, é indispensável certificar-se das características dos bichinhos e consultar um especialista. 

  1. Aquecedor e termômetro

Outras ferramentas importantes para montar um aquário marinho são os aquecedores e os termômetros. Os peixes e os demais componentes do aquário adaptam-se a uma determinada faixa de temperatura. Para isso, esses equipamentos serão os responsáveis por manter o clima ideal no espaço. 

Principais cuidados com aquário marinho 

Saber quais são os principais cuidados com peixes marinhos e como manter o ambiente sempre limpo é ideal para assegurar um local saudável para os bichinhos.

Para isso, seguir alguns passos é indispensável, garantindo que o sistema continue funcionando bem. Dessa forma, separamos algumas dicas sobre como cuidar do aquário de água salgada. Confira!

Aprenda a trocar a água

Em aquários marinhos, a troca de água acontece com uma frequência diferente dos de água doce. Por isso, é importante aprender a fazer essa troca e garantir um ambiente limpo para os bichinhos. Uma dica é preparar a solução de água salgada um dia antes de fazer a substituição.

Mantenha os enfeites e a tampa do aquário limpos

Tanto as peças decorativas quanto as tampas dos aquários precisam de uma limpeza de vez em quando. Por isso, a sugestão é criar um cronograma para essa arrumação. 

No caso das tampas, a principal diferença entre os aquários de peixes de água doce e salgada é a evaporação. Por conta do sal, a água pode evaporar e criar crostas prejudiciais ao ambiente, que precisa ser higienizado. 

Busque por materiais de qualidade

A água salgada pode oxidar alguns materiais. Por isso, na hora de compor o seu aquário marinho, é importante atentar-se às características das ferramentas. Acessórios antioxidantes são ideais para esse espaço. 

três peixes pequenos no aquário.

Por Petz

Tags

Sobre o autor

Edna Antonowiski

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário