Início » Notícias » Tem insônia? Veja 6 chás que acalmam e podem melhorar seu sono
Bem-Estar

Tem insônia? Veja 6 chás que acalmam e podem melhorar seu sono

Chá para dormir: camomila é boa receita contra insônia; veja os melhores Imagem: Getty Images/iStockphoto / Reprodução

Noites de insônia, definitivamente, interferem no humor, na disposição e na saúde em geral. Alguns hábitos, contudo, podem ajudar contra o problema —tomar um chá para dormir, por exemplo, pode melhorar a qualidade do seu sono.

Segundo dados da ABS (Associação Brasileira do Sono), 73 milhões de pessoas no Brasil sofrem com a insônia, que pode aparecer associada a doenças cardiovasculares, depressão, obesidade.

O tratamento do problema não tem como foco principal os remédios —a não ser em situações depressivas ou de ansiedade—, mas sim terapias, higiene do sono, técnicas de relaxamento e controle dos estímulos que mantém esse estado de alerta, além, é claro, do tratamento da doença associada, se houver.

Por sua vez, os chás, com seu potencial terapêutico, podem servir para auxiliar nesse processo de melhora. Assim, enquanto algumas bebidas devem ser evitados, alguns chás são poderosos na missão de transformar positivamente as noites de sono.

“Além de evitar café, alguns tipos de chás (preto, verde, branco) e chocolate, por conter cafeína, após as 14h, ingerir chás com ervas terapêuticas com poder tranquilizante pode melhorar a capacidade de adormecer e continuar dormindo”, afirma Adriana Stavro, nutricionista e especialista em doenças crônicas não transmissíveis pelo Hospital Israelita Albert Einstein.

6 chás para dormir melhor

Por mais que, de maneira geral, seja bacana investir na bebida para relaxar, existem chás que podem, sim, influenciar na qualidade do sono. Com a ajuda dos nutricionistas Adriana Stavro e Ivan Lima, indicamos seis opções que vão fazer a diferença. Lembrando que, antes de investir nessas bebidas, é importante consultar um médico.

Chá de camomila

É uma erva suave, rica em apigenina, flavona com propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes, antibacterianas e antivirais. Ela possui nutrientes que proporcionam efeito tranquilizante e que desaceleram o pique do dia a dia.

Como fazer chá de camomila: basta despejar água fervente na erva, abafar e deixar em infusão, por sete ou oito minutos. Depois coar e beber em seguida. Além das flores da camomila secas, também é possível encontrar os saquinhos de chá prontos e até óleos essenciais.

Chá de erva-cidreira

É conhecida também como Melissa officinalis, além de ser membro da família da hortelã e ter um cheiro ligeiramente adocicado e cítrico. Normalmente, é usada como medicamento antiviral, antibacteriano e para alívio dos sintomas de ansiedade, insônia e melhora do humor. Contribui para aliviar a gastrite, inchaço abdominal, má digestão, gases e dor de cabeça, já que contém propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e antidispéptica.

Como fazer chá de erva-cidreira: também é feito a partir da infusão, colocando água quente em uma xícara e deixando descansar por, aproximadamente, 10 minutos. Pode ser usada uma colher de sopa da erva (em média 5 g) ou o saquinho pronto.

Chá de passiflora

De acordo com Stavro, estudos sugerem que o chá atua aumentando o GABA, um aminoácido que reduz a atividade no sistema nervoso central. Isso resulta em relaxamento, melhora do humor e do sono, diminui sintomas de ansiedade e estresse.

Como fazer chá de passiflora: o chá deve ser preparado com 3 g a 5 g de folhas secas em 250 ml de água. Lima diz que uma xícara da bebida pode ser ingerida antes de dormir.

Chá de valeriana

A raiz de valeriana contém compostos que incluem ácido valerênico, isovalérico e os antioxidantes hesperidina e linarina, que têm propriedades sedativas e estimulantes do sono. Lima explica que a valeriana tem o potencial de influenciar no funcionamento das células nervosas, ajudando em crises de insônia, agitação, esforço mental, cansaço. “Ela ameniza dores e estresse rotineiro, assim como cólicas menstruais, efeitos da menopausa e da TPM”, diz o nutricionista.

Como fazer chá de valeriana: semelhante aos outros chás, devemos ferver a água, adicionar uma colher da raiz de valeriana e deixar repousar por alguns minutos. Beba em seguida.

Chá de lavanda

Segundo Lima, a lavanda serve como um chá calmante muito eficiente, não apenas como matéria-prima de óleos essenciais, desinfetantes e sprays para ambientes. Ela ajuda a relaxar e ainda combate queda de cabelo, estresse, melhora a cicatrização de lesões na pele, dores de cabeça. Se não for utilizar a lavanda para fazer chás, Stavro sugere massagear a testa, ao redor do nariz e as mãos com óleo essencial da planta ou aplicar gotas no travesseiro.

Como fazer chá de lavanda: basta recorrer à infusão, com uma colher da erva, em uma xícara de 250 ml de água.

Chá verde descafeinado

Atenção ao “descafeinado”! Sim, é muito importante que a versão do chá verde utilizada seja essa. Lima lembra que a bebida feita da planta Camellia sinensis também dá energia, exatamente como o café. No entanto, quando descafeinada favorece o relaxamento e o sono.

“Dessa forma, o chá possui uma substância chamada L-teaina, que muda os benefícios da erva. A L-teaina, longe da cafeína, proporciona mais qualidade do sono e reduz o estresse”, explica.

Como fazer chá verde descafeinado: coloque um sachê em uma xícara e adicione 250 ml de água quente. Aguarde de dois a três minutos para a infusão e beba em seguida.

Fontes: Adriana Stavro, nutricionista e especialista em doenças crônicas não transmissíveis pelo Hospital Israelita Albert Einstein; Ivan Lima (@ivanlima.nutri), nutricionista clínico e esportivo, especialista em reeducação alimentar, emagrecimento, definição e hipertrofia muscular, e pós-graduando na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Por: Carol Firmino/uol Alimentação/Colaboração para VivaBem

Sobre o autor

radioro

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário