Início » Notícias » Terrário para répteis: confira maneiras de cuidar
Pets

Terrário para répteis: confira maneiras de cuidar

Foto: Reprodução

Cuidar de pets que não sejam cachorros e gatos tem sido cada vez mais comum, e as pessoas têm descoberto as alegrias de ter em casa outros animais de estimação. Para isso, e principalmente para que eles vivam com saúde, é preciso criar um lar apropriado. Estamos falando do terrário para répteis.

terrario para repteis

Apesar de menos interativos e “carinhosos” que os pets mais convencionais, uma coisa é fato: lagartos, cobras e tartarugas são fascinantes de observar e também necessitam de um ambiente confortável para o desenvolvimento

Pensando nisso, preparamos este artigo exclusivo com informações sobre terrário para cobra e outros répteis, além dos cuidados necessários que os tutores devem tomar devido à fragilidade de alguns desses animais.

Como montar um terrário para répteis

Diferentemente de gatos e cachorros, os répteis, assim como os roedores, passam praticamente a vida toda no mesmo espaço fechado. Sendo assim, é muito importante que você saiba como montar terrário para répteis que seja adequado para eles. É preciso ter em mente que quanto maior, melhor!

Nesse sentido, a Dra. Mariana Pestelli, médica-veterinária especialista em animais exóticos na Petz, chama atenção para o fato de que os répteis tendem a crescer muito. 

Com isso em mente, na hora de comprar um terrário para répteis, é importante pesquisar sobre a espécie que deseja ter e escolher um modelo com tamanho adequado para o animal adulto, visto que um terrário pequeno pode, inclusive, prejudicar seu crescimento.

Quanto ao formato do terrário, quem já começou uma pesquisa sobre o assunto deve ter notado que existem modelos verticais e horizontais. “Bichos que sobem em árvores, como a iguana, precisam de um terrário alto”, diz a Dra. Mariana. Portanto, é importante verificar o tamanho de um terrário para iguana.

A importância do aquaterrário

Para quem deseja ter um réptil, a coisa mais importante na hora de montar um aquaterrário é entender que sua função sempre é reproduzir ao máximo o habitat original do pet. Daí a necessidade de regular e controlar fatores como temperatura, umidade e iluminação capaz de imitar a exposição solar. Do contrário, os répteis com certeza virão a desenvolver sérios problemas de saúde.

terrario para repteis

Imagine, por exemplo, um réptil original de um lugar desértico. Seria impossível para ele sobreviver em um terrário úmido, escuro e com baixas temperaturas! Lembre-se que répteis são animais ectotérmicos, isto é, que regulam sua temperatura corporal a partir do meio externo. Por isso, temperaturas inadequadas têm impactos graves em seu metabolismo.

Cuidado na escolha dos acessórios

Ainda a respeito do controle de temperatura, de umidade e de iluminação, vale lembrar que quando falamos em reproduzir o habitat de um réptil, como um terrário para lagarto, estamos falando em incluir as variações que ocorrem ao longo do dia e mesmo ao longo do ano.

A boa notícia é que atualmente já é possível encontrar opções de controladores de temperatura e de umidade automáticos, embora o controle também possa ser feito de modo manual a um menor custo.

Mas a reprodução do habitat não para por aí! Outros itens, como substrato, troncos, pedras, plantas e lâmpada para répteis são colocados no terrário e também devem mimetizar o local de origem do pet. No entanto, é importante adquirir somente produtos feitos especialmente para répteis e que tenham garantia de procedência e de qualidade.

Como a maior parte dos equipamentos e dos acessórios ainda é importada, montar um terrário para répteis adequado tem custo elevado, e é muito importante levar isso em consideração antes de adquirir um réptil. 

“Um dos maiores problemas na criação dos répteis é que muitos são adquiridos sem uma legalização e por tutores que não estão dispostos a gastar com eles”, lamenta a Dra. Mariana Pestelli. Infelizmente, a economia acaba custando a vida desses animais tão fascinantes.

terrario para repteis

Sempre pesquise muito sobre cuidados e custo de manutenção antes de ter um pet. Além disso, adquira seus animais de estimação somente de maneira legalizada e em locais de confiança.

Por Petz

Tags

Sobre o autor

Edna Antonowiski

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário