Selecione a Cidade

#Agronegócio

A exportação de carne bovina do Brasil está prestes a atingir um recorde histórico no período de janeiro a maio de 2024, conforme detalhado pelo diretor do Canal Rural Sul, Giovani Ferreira.

 

Apesar do aumento no volume de embarques, a receita cambial continua a ser um desafio significativo para o setor.

 

Ferreira explicou que, embora os volumes de exportação estejam em alta, a receita obtida por tonelada exportada caiu. “Tivemos um recorde em 2022 com 775 mil toneladas exportadas e uma receita cambial de US$ 4,56 bilhões de dólares. Em 2023, esses números caíram devido a um caso atípico de mal da vaca louca que suspendeu as exportações para a China por 30 dias”, afirmou.

 

Os dados preliminares de 2024 indicam que o Brasil já exportou 735 mil toneladas de carne bovina, e os embarques previstos para o final de maio sugerem que o recorde de 2022 será superado, ultrapassando 800 mil toneladas. No entanto, a receita cambial alcançada até agora é de US$ 3,32 bilhões de dólares, com o preço médio por tonelada em US$ 4,5 mil dólares, marcando uma queda em comparação aos anos anteriores.

 

Ferreira destacou a necessidade de melhorar a eficiência para competir no mercado internacional, pois a redução no preço médio por tonelada afeta negativamente toda a cadeia produtiva da pecuária bovina, desde a indústria até os produtores.

 

Imagem: Agência Brasil/arquivo
*Com informações Canal Rural

Quer receber em primeira mão nossas principais notícias e reportagens?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *