Selecione a Cidade

Governador de MT cobra resposta “rápida e dura” sobre execução de sargento

O governador Mauro Mendes se reuniu com representantes das forças de Segurança Pública de Mato Grosso para reforçar uma investigação, identificação e prisão rápida dos responsáveis pelo assassinato de sargento da Polícia Militar, Odenil Alves Pedroso, de 47 anos.

A reunião foi realizada no Palácio Paiaguás em Cuiabá, na manhã de ontem, quarta-feira (29). Participaram da reunião o secretário de Estado de Segurança Pública, César Roveri, a delegada-geral da Polícia Civil, Daniela Maidel, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alexandre Mendes, e o coronel José Nildo Silva de Oliveira, subchefe de Estado Maior-Geral da instituição.

Mauro determinou o uso de todos os recursos e forças policiais para que a investigação ocorra da maneira mais rápida e eficiente possível.

“Precisamos empenhar máxima agilidade para dar uma resposta rápida e dura na busca pelos assassinos do sargento. Me solidarizo com a família e com toda a corporação nesse momento de dor e revolta. Esse crime covarde não pode passar impune”, declarou.

Odenil era lotado no 3º Batalhão da Polícia Militar em Cuiabá, e prestava serviço na Unidade de Pronto Atendimento no bairro Morada do Ouro, quando um motociclista passou pelo local e disparou contra o policial, que foi atingido na cabeça. O crime aconteceu na terça-feira (28).

O sargento foi socorrido e passou por cirurgia no Hospital Municipal, mas não resistiu e faleceu na mesma data.

Quer receber em primeira mão nossas principais notícias e reportagens?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *