Selecione a Cidade

#Polícia

A Justiça Federal de Araçatuba (SP) condenou sete pessoas por desviar R$ 10 milhões do auxílio emergencial do Governo Federal durante a pandemia. O grupo, formado por moradores de Birigui (SP), fraudou o pagamento do benefício que era destinado a pessoas em situação de vulnerabilidade.

O esquema criminoso:

Os condenados atuavam entre janeiro de 2020 e maio de 2021.

Eles fraudavam contas de beneficiários do auxílio emergencial através do aplicativo da Caixa Econômica Federal.

O dinheiro desviado era sacado em casas lotéricas de Birigui que pertencem à mãe de dois dos condenados.

 

Penas:

O chefe do esquema foi condenado a 17 anos, 11 meses e 6 dias de prisão por furto qualificado.

Dois irmãos que agiam como comparsas foram condenados a 11 anos e 6 dias de prisão cada.

Os demais condenados receberam penas menores.

 

Operação Vida Fácil:

A investigação que resultou na condenação dos sete acusados faz parte da Operação Vida Fácil 2, deflagrada pela Polícia Federal de Araçatuba.

 

Em fevereiro deste ano, a Justiça Federal de Araçatuba já havia condenado outros 16 réus envolvidos em um esquema semelhante, também ligado ao desvio de recursos do auxílio emergencial.

 

*Com informações regiãonoroeste
Imagem: Internet

Quer receber em primeira mão nossas principais notícias e reportagens?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *